fbpx
Finanças Corporativas

Qual custo?

27 jul 2020 • por Impulso Consultoria • 0 Comentários

Entenda os diferentes conceitos de custos

Conforme explicamos anteriormente, custos são gastos relativos a bens e serviços utilizados imediata e diretamente na produção de outros bens e serviços.

Analisar os custos de uma empresa nem sempre é uma tarefa fácil. A existência de diferentes conceitos de custos e diferentes classificações faz com que, por vezes, tenhamos dificuldade de analisar com exatidão, e por conta disso tomemos decisões equivocadas em relação a este tema.

O conceito de custos não é único. Existem 3 diferentes tipos de custos, que diferem entre si dependendo do momento em que ocorrem.

No texto anterior demos o exemplo de uma fábrica de bolachas, cuja lista de custos é composta por itens como farinha, açúcares, aromatizantes, conservantes, energia elétrica e o salário dos operadores das máquinas, entre outras. Considerando que essa empresa mensalmente produz 1.000 pacotes de bolacha no mês e vende 800 pacotes, teremos:

Mês 1:

Custos Incorridos

Farinha R$ 1.000,00

Açúcar R$ 1.000,00

Aromatizantes R$ 500,00

Conservantes R$ 500,00

Energia Elétrica R$ 150,00

Mão-de-Obra R$ 500,00

Custo Total R$ 3.650,00

Custo Unitário R$ 3.650,00 / 1.000 = R$ 3,65

Custo do Produto Vendido: R$ 3,65 * 800 = R$ 2.920,00

Se o custo total para produzir 1.000 unidades de R$ 3.650,00 e foram vendidas 800 unidades com um custo de R$2.920,00, restaram no estoque da empresa 200 unidades ao custo de R$ 730,00.

Agora, imagine que no 2º mês a empresa os principais fornecedores promoveram um aumento nos custos das principais matérias-primas, conforme abaixo:

Mês 2:

Custos Incorridos

Farinha R$ 1.240,00

Açúcar R$ 1.035,00

Aromatizantes R$ 510,00

Conservantes R$ 515,00

Energia Elétrica R$ 150,00

Mão-de-Obra R$ 500,00

Custo Total R$ 3.950,00

Custo Unitário R$ 3.950,00 / 1.000 = R$ 3,95

Para calcular o custo do produto vendido do 2º mês precisaremos considerar:

Estoque Inicial (saldo do mês anterior) 200 unid. R$ 730,00

Estoque Produzido no 2º mês 1.000 unid. R$ 3.950,00

Estoque para Venda 1.200 unid. R$ 4.680,00

Custo Unitário do Estoque: R$ 4.680,00 / 1.200 = R$ 3,90

Custo do Produto Vendido no Mês 2: 800 unid. * R$ 3,90 = R$ 3.120,00

Reparou que há uma diferença significativa entre o custo total mensal para produzir as 1.000 unidades e o custo do produto vendido de cada um dos meses?

Enquanto o CUSTO DE PRODUÇÃO DO PERÍODO é o total dos custos incorridos para produzir algo, o CUSTO DO PRODUTO VENDIDO é a soma dos custos que estão sendo vendidos no momento, podendo se referir a itens produzidos em vários períodos.

Além dos conceitos apresentados acima, ainda há o conceito de CUSTOS DA PRODUÇÃO ACABADA, que se referem aos custos empregados para produzir bens que estejam no estoque disponível para venda. Imagine que no mês 2 a empresa em um custo de produção do período de R$ 3.950,00, mas ao invés de produzir 1.000 unidades ela produz apenas 980 e o restante das matérias-primas ficam paradas no maquinário, em processo de elaboração. Elas estão em processo, mas não estão acabadas. Logo, neste caso, teremos um custo de R$ 3.871,00 de produtos em estoque para vendas e R$ 79,00 de produtos em estoque em elaboração.

Conseguiu perceber a diferença entre os conceitos? Enquanto os CUSTOS DE PRODUÇÃO DO PERÍODO se referem aos custos totais de produção de um determinado período (total gasto com custos), os CUSTOS DOS PRODUTOS VENDIDOS se referem aos custos do momento da venda (custo médio do estoque), e os CUSTOS DA PRODUÇÃO ACABADA referem-se apenas à parcela de custos dos produtos que foram complemente produzidos (custos do período proporcional à quantidade produzida).

É bastante comum que as empresas tomem decisões sobre custos baseadas apenas na análise dos valores dos insumos, e portanto, considerando apenas os custos de produção do período e sem se atentar para os impactos causados aos custos dos produtos vendidos, e consequentemente, ao resultado final da empresa (lucro ou prejuízo).

E na sua empresa, você costuma analisar os 3 conceitos de custos apresentados aqui ou apenas um deles?

E como esse assunto é bastante extenso, deixaremos as explicações sobre as diferentes classificações de custos para o próximo artigo.

*Este texto foi escrito pela equipe da Impulso Consult. Fique à vontade para compartilhá-lo, não se esquecendo de incluir os créditos ao autor.

Comente Aqui
Posts Anterior
Próximo Post
100 - IGApiException
Unsupported get request.
Fale com a gente!
Saiba como podemos ajudar a impulsionar os resultados da sua empresa