fbpx
Gestão de Pessoas

Cultura Organizacional

11 fev 2020 • por Impulso Consultoria • 0 Comentários

O que impulsiona equipes em busca de resultados incríveis

Leia também:   
Muito além da entrevista: A estratégia no processo de Recrutamento & Seleção
A força do propósito – para pessoas e empresas

No dicionário a palavra cultura é definida como “conjunto de hábitos e conhecimentos, normas de comportamento ou manifestações que caracterizam uma sociedade”. Parece simples, mas é extremamente difícil definir a cultura, isso porque é intrínseca e não pode ser vista ou tocada, apenas percebida. Nesse sentido, Edgar Schein, grande estudioso e criador do conceito de cultura organizacional  pontuou que “a cultura está para um grupo como que a personalidade ou caráter está para o indivíduo”(SCHEIN, 2017), ou seja, podemos ver os resultados de nossas ações, mas não vemos aquilo que motivou cada uma delas. Nossas ações são baseadas no que acreditamos e aprendemos ao longo da vida, assim como em uma empresa, a cultura deve orientar o comportamento de cada membro da equipe.

A cultura organizacional explica a paixão pela empresa, o motivo pelo qual funcionários trabalham por horas a fio além do expediente (sempre que necessário), o nível de cuidado e entrega nas tarefas do dia a dia, desde a operação até a alta gestão. Isso porque a cultura é um conjunto de hábitos, crenças e normas de uma empresa que está apoiada sobre os pilares do propósito e dos valores, que inspira e conduz os funcionários para o cumprimento dos objetivos propostos através de um alto nível de confiança e comprometimento, com o senso de dono e brilho nos olhos. Quando todos entendem as regras do jogo e vestem a camisa do time, a companhia pode chegar a resultados inimagináveis, mesmo que seja aos quarenta e cinco do segundo tempo, como aconteceu com a unidade da Kordsa no Brasil, que em 2019 foi eleita “A Empresa do Ano” no Guia Você/SA.

A unidade da Kordsa no Brasil está localizada em Camaçari (BA) e produz fios de nylon e poliéster que dão sustentação e proteção aos pneus. Em 2012, prestes a fechar as portas, a companhia enfrentava dificuldades financeiras e um índice de engajamento baixíssimo, apontado na pesquisa de clima feita naquela época. Sem dinheiro para grandes investimentos a estratégia para restabelecer a empresa teve como base as pessoas e a partir daí iniciou-se uma revolução na cultura.

Para gerar comprometimento a área de RH foi dividida em cinco pilares principais: Cuidar, Inspirar, Desenvolver e Celebrar, e o novo propósito“inspirados na vida, reforçamos a vida” – encanta os funcionários e faz menção aos filamentos produzidos pela empresa e sua importância para a segurança dos pneus. Além disso, programas de melhoria contínua, atualização de políticas internas, desenvolvimento da liderança e ouvir o que cada um dos funcionários tem a dizer foram algumas das medidas adotadas pela diretoria da empresa. Nesse novo cenário, para manter e garantir o fortalecimento da cultura, a companhia reestruturou também a forma de contratar novos funcionários: as competências técnicas na Kordsa ficam em segundo plano. O que realmente importa é se o candidato tem o perfil compatível com a nova cultura, que segundo João Augusto Teixeira, CEO e responsável por todo processo de mudança, é “de saber ouvir muito, de compartilhar, reforçar vidas e pensar em como fazer a diferença”.

Mudanças na cultura organizacional como a da Kordsa, são um grande desafio para as empresas. O processo acontece à medida que as empresas entendem que os objetivos e o posicionamento mudaram ou a partir de alterações na estrutura da alta gestão.

Outro desafio da cultura organizacional está em sua manutenção, um processo que nunca terá fim, pois para fortalecer cada vez mais e manter viva a cultura é preciso que haja comunicação adequada, líderes preparados e envolvimento de todos os funcionários, novos ou não.

Como dizia Peter Drucker, um dos maiores nomes da Administração Moderna, “a cultura come a estratégia no café da manhã”. De fato, as estratégias de uma empresa só acontecerão se as pessoas acreditarem genuinamente em cada uma delas. Nesse sentido, a cultura além de diferenciar as empresas umas das outras, impulsiona dia a dia as pessoas a darem seu melhor, para a execução da estratégia e o atingimento dos objetivos do negócio.  

SCHEIN, Edgar H. Cultura Organizacional e Liderança. São Paulo: Atlas, 2017.

*Este texto foi escrito pela equipe da Impulso Consult. Fique à vontade para compartilhá-lo, não se esquecendo de incluir os créditos ao autor.

Comente Aqui
Posts Anterior
Próximo Post
Nossa dica de hoje é especial para todos aqueles que colocam o coração em tudo que fazem! 😍

Se intensidade é o seu segundo nome, você vai AMAR ouvir a entrevista incrível realizada pela equipe do @podcastatitudeempreendedora com Paulo Correa, CEO da C&A 👚👖👗

Gravado no início da pandemia, Paulo fala sobre como o trabalho remoto promoveu um aumento significativo da colaboração entre as pessoas, sobre a humanização das empresas e sobre quais são os fatores decisivos para contratar um profissional para seu time.

Paulo é um daqueles líderes intensos, que coloca o coração nas relações, que ouve atentamente e que sabe que, quanto mais os líderes se conhecem mais são capazes de influenciar e conduzir as pessoas a sua volta.

Se você, assim como nós, está sempre buscando ser um gestor ou gestora melhor, com certeza vai curtir essa dica! 🤩😉
Você já parou para pensar sobre quando é a hora de mudar de ideia sobre algo? 🤔💭

Se você tem uma ideia e vem trabalhando duramente nela, mas não tem conseguido atingir os resultados que deseja ou precisa, talvez seja interessante avaliar se não é hora de abandonar o plano inicial e mudar os rumos ⬆️↗️

É sempre frustrante abandonar um projeto que parecia incrível. A sensação de que está fazendo as coisas erradas ou de não saber como atingir os resultados com certeza causam muito desanimo e frustração 😔

Mas é justamente nessa hora – do desanimo e frustração - que você precisa se lembrar que o caminho do empreendedorismo não é linear e que há inúmeras possibilidades a serem aproveitadas, que você só irá descobrir na hora que tirar o foco do problema e começar a focar em buscar novas soluções 💡

Se você tiver um olhar atento [a gente te ajuda com isso, tá?!] você poderá mudar completamente seu produto/serviço, estratégia comercial, metas financeiras, forma de gerir a equipe, e tudo o mais que achar necessário para ser um sucesso! 🤩

Conta pra gente: tem algum projeto aí que merece ser repensado, reformulado ou abandonado?
É super comum as pessoas acharem que a área financeira é a área mais importante da empresa, porque é a que controla o dinheiro. Mas isso não passa de um enorme MITO! 👎🏾

A área financeira é uma área de suporte, que ajuda a empresa a entender se as estratégias comercial e operacional são financeiramente viáveis e rentáveis, que faz as transações financeiras [pagar e receber] e que controla e analisa os números para garantir que tudo está saindo conforme planejado 🔎📈📊

Não existe, em uma empresa, uma área mais importante que as outras. Todas as áreas são importantes!

É fundamental que todas trabalhem juntas, dando informações e suporte umas às outras, para que todas possam oferecer as melhores soluções para os clientes. Afinal, o sucesso é construído em conjunto! 🤝🏆
Todos os dias surgem milhares de ideias. Algumas incríveis, outras bem simples 💡

Muitas ideias incríveis morrem logo após surgirem. Algumas ideias simples tornam-se um sucesso.

O que faz uma ideia ser um sucesso não tem a ver com ser incrível, inédita ou revolucionária. O que faz uma ideia ser um sucesso é a forma como ela é EXECUTADA 💪🏽⚒️

Depois de ter uma ideia, que é O QUE você quer fazer, você precisa investir tempo em estudar e planejar a forma COMO você vai fazer essa ideia funcionar. E, depois disso, trabalhar duramente [e sem pressa] para executar cada passo do seu plano com excelência.

Parece simples. Mas sabemos que não é! 😥

Para executar um plano com excelência é preciso ser apaixonado pelo problema a ser resolvido, e não pela ideia em si.

Então, preocupe-se mais em EXECUTAR COM EXCELÊNCIA do que em ter ideias mirabolantes. Afinal, como sabiamente disse o Andy, “Ideias são fáceis. Execução é tudo.” 🚀👊🏼
Você já parou para pensar sobre...

❓Quem precisa do serviço/produto que você vende?
❓Por que esse potencial cliente precisa desse produto/serviço?
❓Por que esse potencial cliente precisa comprar de você e não do seu concorrente?

Analisar essas questões permite que você avalie se:
• o tipo de produto/serviço que você oferece é o que o seu público realmente deseja/precisa.
• a qualidade oferecida atinge as necessidades e expectativas.
• o preço é competitivo e reflete o valor do produto/serviço.
• a forma de apresentação é atrativa.
• a forma de se comunicar é eficiente [meios de comunicação, vocabulário utilizado, material de propaganda etc.].

Se você costuma avaliar essas questões, então, com certeza está na liderança! 🥇

Se não costuma avaliar porque não sabe muito bem como fazer isso, clica no link na nossa bio e agenda o seu diagnóstico de gestão gratuito, que nós te ajudamos com essa missão!
@impulsoconsult
Fale com a gente!
Saiba como podemos ajudar a impulsionar os resultados da sua empresa